terça-feira, 30 de junho de 2009

ESTUDO BIBLICO SOBRE REGRESSÃO

Regressão espiritual
( 1953 visitas )

Publicado em: 14/6/2006
Por: Maurilio Ribeiro da Silva
Igreja Batista da Floresta - Contagem/MG
sgtmaurilio@terra.com.br

1 - Texto básico:

“Antes que eu te formasse no ventre, eu te conheci; e, antes que saísses da madre, te santifiquei e às nações te dei por profeta. Jeremias 1:5”

“Mas ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema;”

“Pois possuíste o meu interior, entreteceste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado, maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe, e no teu livro todas estas coisas foram escritas, as quais iam sendo dia a dia formadas, quando nem ainda uma delas havia. Salmos 139:13 a 16”

2 - O que é a regressão psicológica:


A regressão psicológica está vinculada diretamente à cura interior e indiretamente á quebra de maldição. É uma prática contrária à palavra de Deus, que se originou dos estudos de Sigmund Freud, que partiu da premissa de que todos os problemas humanos são traumas provenientes de experiências dolorosas da infância.

Através da hipnose (estado de transe ou estado alterado de consciência), o paciente é levado a um ponto de seu passado, ou mesmo a vidas passadas (reencarnação), com a finalidade de curar feridas que foram abertas.

A regressão no meio evangélico é usada como uma espécie de santificação retroativa, pois o cristão julga que o seu estado atual de miséria, ou a sua situação financeira precária, são resultados de pecados seus no passado, ou mesmo de pecados de seus antepassados.

*Verdade bíblica: “Naqueles dias, nunca mais dirão: Os pais comeram uvas verdes, mas foram os dentes dos filhos que se embotaram. Ao contrário, cada um morrerá pela sua iniqüidade, e de todo homem que comer uvas verdes os dentes se embotarão; Jeremias 31 29, 30”.

3 - Cura interior e quebra de maldições:



No meio cristão, fala-se muito em “cura interior” e também em “quebra de maldições”, essas coisas nada mais são do que a cura das memórias ou cura para os traumas emocionais, tem íntimo paralelismo com o ocultismo oriental.

Existem sim as feridas interiores, é uma realidade incontestável. Essas feridas são causadas por mágoas, ressentimentos, dores, tristeza e falta de perdão.

As pessoas questionando a suficiência da expiação do calvário para a cura de traumas e feridas emocionais buscam, pretensiosamente, completar a obra de Cristo com técnicas psicológicas e até ocultistas.

4 - Processo bíblico de cura interior

a) entrega total e incondicional a Jesus, aceitando o sacrifício dele na cruz do calvário.


“O Espírito do SENHOR JEOVÁ está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos e a abertura de prisão aos presos; e apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; a ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê ornamento (ao invés de) por cinza, óleo de gozo por tristeza, veste de louvor por espírito angustiado, a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do SENHOR, para que ele seja glorificado. Isaías 61: 1 a 3”

“Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados. Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho, mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. Isaías 53: 4,5,6”

“Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei; tomais sobre vós o meu julgo e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para a vossa alma, porque o meu jogo é suave, e o meu fardo é leve; Mateus 11: 28 a 30”

b) Confissão dos pecados:


“Enquanto eu me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia; Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecados; a minha maldade não encobri; dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões e tu perdoaste a maldade do meu pecado. Pelo que todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas estas a ele não chegarão. Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento. Salmos 32: 2 a 7”

“Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que sareis; A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos; Tiago 5:16”




5 - Regressão bíblica:

Existe sim um processo de regressão bíblica, estipulado pelo próprio Deus, para que o homem tenha plena comunhão com ele:

a) Arrependimento:
“Lembra-te, pois, de onde caíste,(passado) e arrepende-te, e pratica (presente)as primeiras obras: quando não brevemente a ti virei e tirarei (futuro) do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Apocalipse 2:5”


b) Novidade de vida:

“De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Romanos 6:4”

“Sabendo isto: que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado. Romanos 6:6”



7 – Exemplos de perdão instantâneo:


a) Ladrão da cruz:


“E disse a Jesus: SENHOR, lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. Lucas 23: 42 a 43”


b) Apóstolo Paulo:


“E ele, tremendo e atônito, disse: SENHOR, que queres que faça? E disse-lhe o SENHOR: Levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer; Atos 9:6”


c) Mulher adúltera:


“ E, endireitando-se Jesus e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, SENHOR. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te e não peques mais. João 8:10 e 11”


Maurilio R. Silva

2 comentários: